Páginas

sexta-feira, outubro 31, 2008

O Rio de Villa-Lobos

Villa-Lobos foi sem dúvida o maior compositor brasiliano, infelizmente seu trabalho é mais valorizado no exterior que no próprio Brasil. O Brasil vive o auge da imbecilização cultural,  a massificação de uma cultura alienante é tácita e proposital. Se procurarmos os estilos musicais que mais fazem sucesso enconraremos o pagode, o samba, o funk e por ai vai. É bem verdade que alguns estilos populares demonstram bom acabamento musical tendo como exemplos a bossa nova, a música de alguns compositores como Chico Buarque e até mesmos ritmos populares bem elaborados como o choro . 
Apesar dessa digressão minha intenção original é escrever postagens sobre a trajetória de Villa-Lobos e como seu estilo e genialidade única modificaram completamente o conceito musical de sua era.
Vou começar com o ambiente cultural onde Villa nasceu e sugou a essência para depois transformar em melodias com um caráter nacional nunca dantes visto. Não pretendo esgotar este assunto nesta postagem e pretendo escrever sobre três influências que eu considero as mais importantes na formação de sua música.
O primeiro ponto é o local onde Villa nasceu, o Rio de Janeiro. - Vou continuar depois. 

Nenhum comentário: