Páginas

sexta-feira, julho 03, 2009

Vários

Esta semana finalmente consegui me mudar para Sobradinho, uma cidade satélite de Brasília. Nós saimos do plano piloto e a diferença é marcante em todos os sentidos. Urbanisticamente Brasília é um primor, tudo planejado e com uma lógica difícil de captar para os que não a conhecem. Já as cidades satélites têm mais a cara das cidades brasileiras, com sua ruas e crescimento um pouco aleatório, mas mesmo assim tenta-se imprimir sempre um pouco da visão brasiliense (de Lúcio Costa). Não sei se escrevi isto antes, mas me espanta que as cidades brasleiras não tenham todas elas um pouco dos conceitos de Brasília, acho que teríamos uma qualidade de vida bem melhor.
Infelizmente há um preconceito enorme que recai sobre Brasília, pois esta sempre foi considerada uma cidade exílio para os que foram obrigados a morar aqui por motivos de trabalho, também por conta das imundícies praticadas pelos nossos governantes. Tudo isso contribui para causar uma imagem pejorativa desta cidade. Poucos de fora sabem, mas em Brasília trabalha-se muito.
Uma desvantagem , no meu ponto de vista, é este período de estiagem que dura meses. A secura do ambiente às vezes é insuportável e o barro vermelho seco, transforma-se numa poeira que suja tudo. Mas de noite a temperatura é muito agradável e dorme-se tranquilamente sem ventilador ou ar-condicionado. Sem falar do horizonte que é infinito. Outra coisa muito interessante é que em Brasília sabe-se sempre onde se está em relação aos pontos cardeais, norte ou sul, leste(L) ou oeste(W).
Apesar de ser carioca, estou gostando muito de viver aqui.

Nenhum comentário: