Páginas

sexta-feira, dezembro 11, 2009

Exposição 50 anos da morte de Villa-Lobos

Estive no Rio em novembro para visitar meus pais e não pude deixar de ir numa exposição sobre Villa-Lobos no Arquivo Nacional (Campo da Aclamação ou Sant'anna). Como esperado estava deserta, cheguei às 9:00 h (hora de abertura) de um sábado e fui o primeiro a chegar. A exposição correlacionou a vida de Villa e sua obra com os diversos períodos históricos em que este viveu. Foi muito boa, principalmente os cenários montados no térreo simulando um trenzinho caipira e a mata amazônica, tudo que serviu de inspiração para Villa compor suas obras.
O mais impressioanente é a originalidade das composições, e o mais ainda é o ostracismo a que foi relegado tão preciosa obra. Ah, esqueci que hoje o que faz sucesso são "hits" como "minha éguinha pocotó" ou música sertaneja e baiana. Pobre Brasil. 

Nenhum comentário: